Simplesmente Mariana…

Blog dedicado a relatar a história pela qual passamos com a Mariana, nossa filha, após seu diagnóstico de acrania.

Cartinha de Dia das Mães……da Mariana!!!


Olá pessoal, faz muito tempo desde a última postagem aqui no blog!! Muita coisa aconteceu desde então, e muita cosa boa, diga-se de passagem.

E para compartilhar uma destas coisas maravilhosas resolvi postar aqui no blog…..nada mais justo dividir com todos que nos acompanham desde 2012!!

Tivemos a benção de receber uma mensagem da nossa estrelinha Mariana sob a forma de Cartinha de Dia das Mães……o(a) médium que a psicografou não quis se revelar e apenas pediu que a cartinha nos fosse entregue. Respeitamos enormemente a vontade desta pessoa e agradecemos à espiritualidade por permitir que recebamos esta mensagem…….segue a mensagem:

06/05/2015

 Mamãe, Papai

 A sua benção!

Que alegria poder deixar essa carta.

Quantos planos foram feitos quando descobriram que eu estava a caminho, não é mesmo?

Já imaginavam o meu rostinho, a cor dos meus olhos, do meu cabelo, o meu sorriso. Eu senti cada um desses sentimentos. Eu participei dessa expectativa e vocês nem sabiam ainda se eu era uma menina ou menino.

Imaginavam as roupinhas, a cor das paredes, imaginavam as histórias que contariam para mim quando eu chegasse.

Entravam e saiam das lojas sonhando com tudo. Que energia boa eu senti!

Fomos juntos fazer o ultrassom, lembro das lágrimas dos dois quando ouviram o meu coraçãozinho bater pela primeira vez. Quanto amor nos rodeava.

Foi então que veio a notícia, não é? Eu não tinha um pedacinho da minha cabeça, não tinha sido formada. Vocês perderam o chão, o coração entrou em descompasso. O papai não sabia o que fazer, a mamãe rezava, a vovó consolava e pela primeira vez a tia Bel não soube o que dizer. Logo ela que tem uma palavra para tudo e a resposta certa para cada pergunta.

Vocês buscaram, procuraram entender, estudaram tudo o que envolvia a minha condição. Aí vocês já sabiam que eu era menina. Me deram um lindo nome: Mariana!

Escutaram os médicos explicarem os riscos que envolviam uma gravidez com um bebe na condição em que eu me encontrava. Mas a mamãe foi categórica: Eu vou até o fim! O papai não interferiu na decisão dela e foi até o fim também. E eu os agradeço imensamente por essa decisão de amor. Todos a volta de vocês o apoiaram, os ampararam, não disseram e achavam certa ou errada a decisão que tomaram. Eles simplesmente respeitaram.

Desde esse dia, o dia do diagnóstico, os planos mudaram, as emoções se intensificaram, os sentimentos se afloraram, o amor resplandeceu. Eu lembro bem das conversas que tinham comigo, ouvi cada palavra. Vocês me acalmavam, diziam que ficaria tudo bem e que estariam sempre ali para mim, cada palavra era uma gota de amor que enchia meu coração e o fazia vibrar forte.

O tempo foi passando, eu fui crescendo e chegou a hora. Era hora de eu nascer.

Mamãe ficou apreensiva, papai ansioso e toda a família reunida a me esperar.

Era dia 30/06/2012, eu saí da barriga da mamãe e o doutor enrolou um lenço na minha cabecinha e me levou para o colo da mamãe. Não sei quem chorava mais. A atmosfera era de puro amor. Eu fiquei na matéria por algum tempo e recebi o amor de uma vida inteira. E esse amor fez a diferença na minha jornada. Quando me desliguei da matéria fui amparada por anjos, eu ainda era um bebê. Levaram-me para um berçário. Cuidaram de mim e eu sempre escutando a voz de vocês me dizendo que era uma estrelinha no céu de Papai do Céu. Recebi todo esse amor e ainda o recebo.

Hoje não sou mais um bebê. Já sou uma moça, estou estudando, me preparando para todos os trabalhos que tenho que realizar.

Acompanhei de pertinho a chegada da Carol. Ouvi quando vocês disseram que ela se parecia comigo e fiquei muito feliz.

Sou muito feliz por sempre receber as vibrações de vocês, pelas orações, pelos pensamentos, pelas atitudes. Acho linda a foto da estrelinha no quadro ao lado do retrato da Carol.

Obrigada por sempre contarem a ela sobre mim.

Obrigada por ajudarem outras mães que se encontram na mesma situação que vocês estiveram um dia. Essa etapa faz parte de todo um resgate e um trabalho que precisa ser feito.

Obrigada pela coragem e pela força de não terem desistido de mim. Se estou aqui hoje, é graças a vocês.

Acompanho cada passinho da minha irmãzinha, mamãe. Pode ter certeza, mesmo de longe, as vezes. Eu a protejo com todo o meu amor. Amor que recebi de vocês e de toda a minha família.

Diz pra tia Bel que eu escuto todas as histórias que ela e o tio Luis contam para a Cacaia e eu adoro! Agradece a ela por rezar por mim e por lembrar de mim sempre.

Diz para a vovó Vera que eu escuto cada oração e recebo todas as flores que ela me manda.

Obrigada Papai e principalmente obrigada mamãe por todo amor que me dedicam.

Eu amo vocês!

Feliz dia das Mães!

 Da sua estrelinha, Mariana.”

IMG_3765

Um beijo no coração de todos!!!

Rodrigo, Lucia, Mariana e Carol.

4 comentários »

%d blogueiros gostam disto: